segunda-feira, 8 de junho de 2015

Parada Gay perde o sentido e escandaliza segmentos religiosos

G1 presenciou ao menos oito furtos; bombas de efeito moral foram jogadas. Quadrilha foi detida com 17 celulares e R$ 500; brigas também foram vistas.



Apesar do clima de festa, a 19ª Parada do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) também foi marcada por furtos de celulares e outros objetos neste domingo (7). Uma quadrilha foi detida e a Polícia Militar usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar um tumulto na Rua da Consolação com a Rua Maria Antônia.

Até as 17h30, o G1 presenciou oito furtos, cinco em menos de 20 minutos. Em dois casos, os furtos ocorrerem em frente aos policiais. Um homem com uma garrafa de vidro quebrada também foi visto ameaçando os participantes da parada, além de brigas apartadas por cassetetes de policiais. Muitas pessoas também passaram mal por suspeita de embriaguez.


Às 18h, a Polícia Militar formou um córdão para organizar a parada e levou todos os participantes para a Rua da Consolação, liberando a Avenida Paulista.

Segundo a Polícia Militar, uma quadrilha formada por dois homens e duas mulheres, uma delas grávida, foi detida por furto de 17 aparelhos celulares, cerca de R$ 500 em dinheiro e documentos.

Os suspeitos são peruanos e um deles já tem passagem por roubo, como mostrou o Bom Dia São Paulo nesta segunda-feira (8).

Eles acompanhavam os trios elétricos em meio à multidão e foram alcançados pelos policiais militares na Avenida Paulista após alerta de supostas vítimas. A polícia acredita que a mesma quadrilha é autora de diversos furtos na região da Paulista.

Segundo a PM, no momento da abordagem os homens negaram a autoria dos crimes e não levavam bens furtados com eles, mas as mulheres não conseguiram explicar a origem dos aparelhos que levavam. A Polícia Militar diz que é importante as vítimas registrarem queixas para que possam recuperar os aparelhos.

Manifestação contra a homofobia na 19ª Parada do Orgulho LGBT na Avenida Paulista, neste domingo (7) (Foto: Reuters/Joao Castellano)

Até as 18h, haviam sido encaminhados ao 78º Distrito Policial, dos Jardins, os quatro suspeitos da quadrilha, um outro homem com um celular furtado e um procurado pela Justiça.

"Sabe aquela razão maior que une o movimento? Se perdeu aqui", conta Georges Papadellis, de 42 anos. Ele conta que viu uma moça ser assaltada em frente à polícia e que nada foi feito.

Com o tema "Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim: respeitem-me!", inspirado na música tema de Gabriela, personagem criado por Jorge Amado, a organização quer resgatar a alegria da público LGBT e celebrar as diferentes identidades e o respeito à diversidade.

Ao todo, a Prefeitura gastou R$ 1,3 milhão na estrutura do evento. A expectativa é a de que os turistas gastem R$ 60 milhões. A cidade está cheia desde quinta-feira e sete em cada 10 hotéis estão lotados.

Polícia Militar faz córdão para tirar participantes da Parada Gay da Avenida Paulista (Foto: Carolina Dantas/G1)

Estrangeiros
Atores norte-americanos de séries famosas, como "Lost", "Orange is the New Black" e "Sense8", participam do evento. Com 18 trios elétricos, o evento começou às 10h em frente ao Masp e deve ir até as 21h.

Tumulto com a presença de atores de séries dos
Estados Unidos (Foto: Letícia Macedo/G1)

Os atores Miguel Angel Silvestre e Naveen Andrews, atualmente na série “Sense8”, participaram do evento. Andrews ficou conhecido pelo personagem Sayid na série “Lost”. A atriz da série "Orange is the new Black" Samira Wiley (Poussey) também foi à parada e afirmou que está aproveitando a multidão. "É muita gente", disse.

A cantora Roberta Miranda esteve no evento e disse que esta é a primeira vez que participa. "Acho uma parada importante para superar a hipocrisia e entender que é importante entender cada um e manter o respeito ao próximo", disse.

Atrações
A edição deste ano conta com atrações como a cantora brasileira de música house Amanda, que mora em Nova Iorque, MC Xuxu, uma travesti que canta funk, e o MC Rico Dalasam, cantor de rap.

Idolo do Flamengo , o lateral direito Léo Moura atualmente joga pelo Fort Lauderdale Strikes, dos Estados Unidos, mas não deixa de comentar sobre o que acontece no Brasil. Na noite deste domingo, contudo, o atleta não emitiu opinião sobre algo relacionado ao esporte. Longe disto...

Léo Moura postou imagem de um protesto organizado por ativista homossexual na Parada Gay deste domingo, em São Paulo, e desabafou. Isto porque a foto mostra uma modelo na cruz, representando Jesus Cristo, mas abaixo dos dizeres “Basta de Homofobia”. O ex-flamenguista, que em 2012 foi batizado na Igreja Evangélica, considerou o protesto uma falta de respeito.

“Que tristeza ver essa imagem! O que Jesus tem com isso? Quanto deboche! Quanta falta de respeito, meu Deus! Tenho muitos amigos gays, adoro todos e respeito a opção de cada um, não vamos generalizar, mas desrespeitar quem 'deu a vida por você' já passou dos limites! Muito triste isso... Onde vamos parar com isso? Quem fez isso trate de pedir perdão a Jesus...”, escreveu Léo Moura.

A postagem do jogador logo mobilizou os internautas, que, em sua maioria, apoiaram o desabafo. “Já virou palhaçada, passou dos limites”, escreveu um seguidor de Léo Moura. “Pedem respeito, mas não respeitam. Verdadeira hipocrisia!”, acrescentou outro. “Triste mesmo essa imagem!”, decretou um terceiro internauta.

Léo Moura foi batizado na Igreja Evangélica em 2012Foto: Instagram / Reprodução

O protestou que indignou Léo Moura foi feito por Viviany Beleboni, musa transex. A intenção dela foi chamar a atenção para o sofrimento que passam os LGBTs de todo o País. 


A cantora Roberta Miranda participou da Parada Gay deste ano (Foto: Carolina Dantas/G1)A cantora Roberta Miranda participou da Parada Gay deste ano (Foto: Carolina Dantas/G1)

Atriz da série 'Orange is the New Black' (Foto: Letícia Macedo/G1)Atriz da série 'Orange is the New Black'; (Foto: Letícia Macedo/G1)
Designer gráfico estava vestido de Jesus na Parada LGBT (Foto: Letícia Macedo/G1)Designer gráfico estava vestido de Jesus na Parada LGBT (Foto: Letícia Macedo/G1)

Atores da série Sense 8 participaram da Parada (Foto: Letícia Macedo/G1)Atores da série Sense 8 participaram da Parada (Foto: Letícia Macedo/G1)
  •  
Angélica Moreno, ex-BBB, na Parada Gay (Foto: Letícia Macedo/G1)Angélica Moreno, ex-BBB, na Parada Gay (Foto: Letícia Macedo/G1)
Público vai à 19ª Parada do Orgulho LGBT na Avenida Paulista, neste domingo (7) (Foto: Fábio Tito/G1)
Público vai à 19ª Parada do Orgulho LGBT na Avenida Paulista, neste domingo (7) (Foto: Fábio Tito/G1)
Público vai à 19ª Parada do Orgulho LGBT na Avenida Paulista, neste domingo (7) (Foto: Fábio Tito/G1)Público vai à 19ª Parada do Orgulho LGBT na Avenida Paulista, neste domingo (7) (Foto: Fábio Tito/G1)















Fonte - G1/SP
Leia também em www.agenciasatelite.com.br

Nenhum comentário :