sábado, 13 de dezembro de 2014

Morte no buracão do Pedregal (ATENÇÃO, IMAGENS FORTES)

Na última segunda-feira (8), surgiram alguns rumores de que uma pessoa havia caído na erosão localizada no Pedregal, bairro de Novo Gama, mais conhecido por “buracão do Pedregal”. Todavia, os policiais que receberam a informação, ao fazerem buscas pelo local, nada encontraram e o caso ficou por isso mesmo.

Na manha deste sábado(13), outra denúncia chegou ao Copom-Entorno, dando conta de que um corpo havia sido localizado no interior da erosão. De imediato equipes do Corpo de Bombeiros do DF foram deslocadas para o local e encontraram o corpo de um homem já em avançado estado de decomposição. Para a surpresa de todos, trata-se de uma pessoa, inicialmente identificada por Francimar, 40 anos, morador da redondeza, a mesma objeto da denuncia anterior. Segundo informações a vítima era alcoólatra e em um momento de descuido, acabou caindo no buraco que faz divisa com a sua residência.

A equipe do resgate chegou ao local por volta das 9 horas e até às 13 horas o corpo ainda não havia sido retirado do interior da erosão. Segundo o Corpo de Bombeiros, eles estariam aguardando uma aeronave da unidade do DF para fazer o resgate, uma vez que o local onde se encontrava o corpo era de difícil acesso.

Informações preliminares dão conta de que a vítima só não foi encontrada ainda na segunda-feira, devido após o acidente, ocorrer um forte temporal que acabou carregando o corpo para outro local. Assim, não houve condições para que fosse caracterizado se havia acontecido ou não um acidente no local.

Informações coletadas por conhecidos da vítima dão com de que, tempos atrás, sua mãe faleceu em decorrência de um câncer. Após isso, ele e um irmão se entregaram ao álcool, sendo que o irmão veio a falecer em pouco tempo. As informações ainda dão conta de que antes da tragédia que vitimou sua mãe e irmão, a vítima foi funcionário da empresa Viplan, era casado e tinha filhos. Todavia, devido ao vício, a esposa foi embora de casa e ele se entregou de vez ao vício, chegando a morar na rua.

Uma tragédia anunciada

Recentemente o vereador Narciso Pereira, protocolou requerimentos junto ao Governo do Estado, Defesa Civil, Ministério Público e demais órgãos solicitando a interdição das residências das proximidades da erosão, bem como da proibição da passagem de pedestres pelo local, pois, segundo ele, “uma tragédia esta sendo anunciada” devido as condições do local. Não deu outra, em menos de dois meses uma pessoa morre vítima de acidente no local.
Além do risco de acidente, o vereador enfocou também do risco de contaminação por doenças transmissíveis devido ao acumulo de água parada, bem como lixo e desova de animais que são feitos diariamente no local.
O vereador elaborou um relatório que continha inclusive laudos de engenheiros e peritos da Defesa Civil que davam conta da gravidade e perigo do local. Porém de acordo com o vereador, nenhuma providência havia sido tomada.
O problema no local é bem mais sério do que se imagina. Verbas para a execução de obras foram liberadas em gestões passadas, porém devolvidas pelo mau uso dos recursos. A atual gestão tentou reaver os recursos, porém devido inadimplência da Prefeitura, que não possuía, até então certidões de negativas, devido à ingerência de gestões passadas, essa não conseguiu recursos. De acordo com o prefeito Everaldo, os recursos estão sendo adquiridos junto ao Governo Federal, após a sua gestão quitar os débitos deixados por gestões passadas. “Estamos lutando desde que assumimos para conseguir os recursos e enfim solucionar os problemas do buracão, e somente agora, estamos tendo resultados positivos”, disse.


Em breve mais informações desta tragédia....



Colaboração TV Mário Prata























Nenhum comentário :